Domingo, 29 de Maio de 2022 03:02
(68) 99207-7892
Acre Acre

Governo e Ministério Público do Acre se reúnem para discutir projeto educacional de combate à corrupção

A proposta é voltada para todos os níveis de ensino no estado.

11/05/2022 12h55 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação DN Fonte: Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

O governador Gladson Cameli recebeu na manhã desta quarta-feira, 11, em Rio Branco, visita da promotora de justiça Myrna Mendonza, representando o Ministério Público do Estado do Acre.

Em reunião, as autoridades discutiram a viabilidade de parceria entre a instituição e o Executivo na execução de um projeto de conscientização sobre a corrupção para a educação pública.

“A proposta é de parceria entre o governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, o Ministério Público e a Universidade Federal do Acre, para esclarecer aos nossos jovens estudantes o que é corrupção, os prejuízos sociais decorrentes dela e combater essa prática em nossa sociedade”, destacou o governador Gladson Cameli.

Myrna Mendonza, que pertence à 1ª Promotoria Especializada de Defesa do Patrimônio Público e Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social, explica que essa era uma proposta que já vinha sendo ventilada pelo Ministério Público, por ser uma pauta importante para a construção da cidadania.

Myrna Mendonza apresenta ao governador a proposta de projeto que conscientiza estudantes sobre corrupção e improbidade. Foto: Diego Gurgel/Secom
Myrna Mendonza apresenta ao governador a proposta de projeto que conscientiza estudantes sobre corrupção e improbidade. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Nosso objetivo é trabalhar desde o ensino fundamental até o nível superior. Pretendemos também incentivar a ação através de premiações, seja com redações sobre o tema, para os estudantes do ensino médio, ou com desenhos, para nível infantil”, explica a promotora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias